sexta-feira, 9 de outubro de 2015

O PORTO DE CAMETÁ NO ESPAÇO DE CIRCULAÇÃO - LANÇAMENTO






Após 19 anos de espera, um sonho realizado. Dia 14 Out 2015, as 18h 30min no Auditório Alberto Mocbel do Campus Universitário do Tocantins (CUNTINS/CAMETÁ - UFPA),e nos dias 17 e 18 Out 2015, durante a Feira Literária do Pará (FLIPA 2015), será lançado o nosso primeiro livro: O PORTO DE CAMETÁ NO ESPAÇO DE CIRCULAÇÃO.
Nos primeiros seis capítulos desta obra, nos deparamos com um estudo originado na nossa Monografia com o mesmo tema “O Porto de Cametá no Espaço de Circulação” apresentada ao Departamento de Geografia da Universidade Federal do Pará, (Santos F.1996), para obtenção do grau em Licenciatura Plena em Geografia e Bacharelado, assim sendo, por serem esses capítulos, filhos de um trabalho acadêmico voltado para uma visão crítica da História do Porto de Cametá e da cidade, que alerta sobre as apropriações e fechamento do porto, desde as suas origens, até o ano de 1995 e considerando ainda que, tais reflexões, a nosso ver, são válidas ainda hoje, fizemos algumas adaptações procurando preservar o linguajar técnico, teórico e acadêmico, nada ou quase nada, que não possa ser entendido, por todo aquele que não é apenas apreciador de figuras e leitor de títulos e legendas. A leitura mais profunda e com maior exigência de reflexões é de extrema valia para qualquer saber, e não somente aos docentes e alunos interessados e comprometidos com a Ciência Geográfica.
A partir do sétimo capítulo, procuramos atualizar e aumentar
o cenário do porto até 2015, mantendo o mesmo debate e incluindo os assuntos com maiores impactos na circulação de bens, serviços, produção e ideias, no Porto Cametaense. Desta vez, com um linguajar mais leve e mais popular, preocupados em não cair no vulgar, atentos, no entanto, às necessidades e interesses dos demais possíveis leitores, que embora não sendo estudantes ou professores, são cametaoaras e como tais, em sua maioria, são muito precisados de um espaço mais igualitário no porto e são mais carentes de uma educação libertadora. Para isso, incluímos, imagens do cotidiano cametaense, referências e fontes mais populares, comentários virtuais em redes sociais, comentários reais e entrevistas a pessoas com vivências no porto.
Convidamos você, caro leitor, para prestigiar este pequeno escritor paraense e queremos compartilhar com os cametaoaras em geral desta alegria no CUNTINS/CAMETÁ - UFPA e durante a FLIPA 2015, na Livraria FOX, na Trav. Dr Moraes, 584 - Belém´Pa, onde haverá congraçamento com todos os escritores paraenses presentes no evento.








Nenhum comentário: